Viana, Uma visagem açoriana. Nina Medeiros 4ª edição do programa de residência artística “Mas, que arte cabe numa cidade?” tem como proposta investigar e operar as memórias individual e coletiva dos moradores da cidade de Viana, estado do Espírito Santo aproximando-a a cultura Açoriana.

Aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura, Lei Rouanet, Ministério da Cultura11 13284 – Viana, Uma visagem açoriana. Empórios Capixaba Projetos Culturais

Patrocínios Companhia Vale do Rio Doce e Cesan

Realização Prefeitura de Viana.

 Viana foi fundada no final do século XVI e início do século XVII pelos portugueses (açorianos); instalaram-se ali como seus primeiros colonizadores. Neste ano de 2012 o município comemora bicentenário da imigração Açoriana no ES, 150 anos da emancipação do município de Viana e também a comemoração do Ano de Portugal no Brasil.

  • 1ª parada da residência do programa

De 23 a 29 de maio de 2012, conjuntamente com a Festa do Divino programada pela comunidade Vianense.

a 4ª residente Nina Medeiros, de nacionalidade Portuguesa, moradora Ponta Delgada Açores – Portugal, exercitou a constituição da residência como pratica artística, como laboratório e atividades reflexivas, envolvendo a comunidade do município de Viana no estado de Espirito Santo Brasil aproximando-a a cultura Açoriana.

O projeto de residência de Nina Medeiros prope centra-se em dois aspetos: o primeiro, desenvolvido à distância (nos Açores), com referência à cidade a ser visitada, mas ainda não vivenciada. Nesta fase a artista procura compreender a viagem das primeiras famílias açorianas que foram enviadas pela coroa de Portugal, em particular os poucos mais de 50 casais que terão sido desviados para povoar Espírito Santo, mais especificamente para Viana. As expetativas e sonhos como também o que levaram de material e de vivências, incindido nos aspetos culturais e religiosos são abordagens determinantes do projeto, Outras configurações poderão ser incluídas no processo, como a parecença e diálogo com outras culturas, principalmente as indígenas.

Além desta viagem ao passado (com base em dados resultantes de pesquisa na internet, literatura, entrevistas e outras fontes), Nina atualiza a lembrança dos Açorianos ou descendentes destes em Viana, a partir de um fluxo de imagem atuais que de certa forma definem a essência e/ou condição do açoriano aventuroso e global, com natural enfoque no seu desbravar por terras do Brasil.

  1. O mapeamento em loco se mostrou muito mais rico do que todo o material enviado para o artista Nina Medeiros em Ponta Delgada Açores – Portugal,,
  2.  O banco de dados georeferenciados não foi o principal objetivo, mas apenas uma das ferramentas.
  3. O fato trabalhar em um lugar pouco familiar os obriga a focar no trabalho.
  4. Foi sem dúvida, a escuta como travessia, tendo como eixo Patrimônio Cultural, cidade e sujeito, o instrumento de ação e transformação desta primeira parada.
  5. As experiências articuladas pela linguagem visual e sonora mostraram que o tempo pode ser medido tanto pelas marcas das paredes, quanto pelas palavras nascidas das imagens que foram realidade, atravessadas pelas intempéries ou pelas reconstruções diárias dos moradores em seus territórios.
  6. Também avalio que a artista se beneficiou trabalhando mais próximo das pessoas que selecionou,

Após sete dias de diálogo, foi de interesse comum o ótimo aproveitamento do projeto, o artista foi  facilitadora contínuo das propostas e colaboração oriundas deste encontro entre a cidade e o patrimônio.

Artista  Nina Medeiros após a primeira vivencia na cidade de Viana

Relato de Nina Medeiros após a primeira vivencia na cidade de Viana

Remembrança

 No momento estou já numa fase de brainstorming e obviamente de pesquisa, com intenção de estruturar um projeto à volta de dois conceitos. O primeiro salienta o carácter da AÇORIANIDADE numa vertente poética e lírica, tirando partido da obra literária existente, em particular a do grande escritor e poeta açoriano VITORINO NEMÉSIO, bem como, numa pesquisa efetuada na internet e outras fontes sobre o destino em causa (Viana e envolvência). Em relação à sua concretização, não está em causa ilustração de textos, mas materializado através de diversas expressões e meios. O segundo conceito para desenvolvimento do projeto terá como ponto de partida e fundamento a experiência física e a convivência no espaço.

Em relação à aproximação, estou a pensar conduzi-la a partir de uma caixa de memórias (de algum modo ficcionadas), e será o conteúdo do objeto que conduzirá o contato personalizado.

Em breve darei a conhecer com maior detalhe esta proposta, não só como estou a idealizar a sua materialização, como também enviarei uma simulação no espaço, galeria (creio o casarão, cuja planta a Neusa Mendes mandou). Recordo que para além do espaço galeria, planeio também colocar peças espalhadas pela cidade.

Patrocínios Companhia Vale do Rio Doce e Cesan

Realização Prefeitura de Viana.

Prefeita Municipal de Viana Ângela Maria Sias Vice Prefeito  Carlos Augusto Lopes

Secretária Municipal de Cultura, Esporte e Turismo Fabiene Passamani Mariano

 Diretora do Dept° de Patrimônio e Memória Sonia Souza Zorzal Diretora do Dept° de Cultura Josiana Gallina

 Diretor do Dept° de Turismo Rodrigo Poltronieri Diretor do Dept° de Esportes Adair José Gava

 Galeria de Arte Casarão José Edmilson Alvarenga Leodilha Stein dos Santos.    

 Curadoria e Coordenação do Programa Neusa Mendes Curadoria da exposição Katia Canton

 Coordenação do Programa educativo  Mara Perpetua Expografia Casa do Lago

Design Gráfico Icléa Santos Produção Gráfica Icléa Santos

 Fotografia Ignez Capovila  Registro Videográfico Gui Castor.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s