“Percorrendo o mundo, envolvendo-se com suas questões, contando histórias de mulheres, de todos os seres com suas potencialidades e dificuldades, Josely Carvalho transformou sua obra, ao longo do tempo, num Diário de Imagens”.

Fotos Waldsom Menezes

Localizada as bordas da região metropolitana o município de Viana, possui uma geografia urbana configurada por bairros isolados e que precisam ser estimulados a integrarem entre si. A cidade e suas cercanias propiciam um trabalho dificilmente viabilizado em outro local. Os trabalhos, realizados a partir do contexto da cidade, da arte,  de seus moradores,  das suas história e do patrimônio.

O projeto tem em seu corpo vivencias, workshop, oficinas narrativas, sob a orientação da artista Josely Carvalho e a coordenadora pedagógicos Célia Ribeiro, curadora geral Neusa Mendes e Kátia Canton curadora da mostra. As ações desenvolvidas tiveram a próprio artista Josely estreitando o diálogo entre a comunidade de Araçatiba, os jovens do bairro de Marsílio de Noronha e a arte.

“A obra de Josely Carvalho é também, a seu modo, uma canção de amor à vida e suas misturas. Ela se refere a trocas infinitas de pele que envolvem um mesmo corpo-abrigo-ninho. Tratam-se de desdobramentos de uma fênix que se virtualiza para guardar suas camadas de pele e de vida. Eles se transformam em uma memória contundente, poética e mutante, ecoando as vibrações do mundo e a procura por abrigos”. fragmento do texto de Katia Canton / 2011.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s